Dieta do mel promete eliminar 1,5 kg por semana, diz nutricionista

Postado por , no dia 31 de outubro de 2017 em Sem categoria
2

Modo de Preparo

Especialista recomenda ingerir de uma a duas colheres de mel pela manhã

Que tal emagrecer sem contar calorias de alimentos ou passar fome e ainda adicionar mel ao cardápio? Segundo pesquisa do nutricionista Mike McInnes, isso é possível. No seu livro The Honey Diet (em tradução livre, Dieta do Mel), que será lançado em janeiro de 2014, o especialista apresenta um programa que promete eliminar quase 1,5 kg por semana com a substituição de açúcar por mel e a inclusão de uma a duas colheres do produto de manhã e antes de deitar. Os dados são do jornal Daily Mail.

Foto: Getty Images

Segundo o profissional, o excesso de açúcar faz com que o corpo libere mais insulina, que é armazenada como gordura. Fora isso, leva ao desligamento por longos períodos das células da glia (que controlam a quantidade de açúcar no sangue no cérebro), deixando as células cerebrais sobrevivendo com “ração” de emergência. “Um cérebro com fome é um cérebro estressado. Em desespero, ele irá enviar um coquetel de mensagens químicas para tentar

angariar açúcar de qualquer outra fonte possível”, disse McInnes. Isso resulta em vontades incontroláveis por guloseimas açucaradas.

McInnes acredita que o mel detém a chave para quebrar esse ciclo vicioso, sendo uma bebida com mel pela noite suficiente para reverter o processo e reduzir o estresse noturno, permitindo que a pessoa durma melhor e que o corpo continue com o processo essencial de recuperação e reparação, queimando gordura enquanto faz isso.

Muitos especialistas classificam o mel como tão ruim quanto o açúcar, mas o profissional acha o contrário. “O mel é criado pelas abelhas a partir do néctar das plantas, digerindo parcialmente os açúcares e sua composição muda, o que afeta a forma como os nossos corpos o metabolizam.” Testes realizados por laboratórios de investigação médica em Dubai mostraram que uma colher de mel parece reduzir os níveis de açúcar no sangue em vez de aumentá-los como faz o açúcar.

No entanto, é claro que o programa de emagrecimento não requer apenas comer mel. Confira abaixo sugestões de cardápio para uma semana:

Segunda-feira (dia sem carboidrato): café da manhã – duas fatias grelhadas de bacon magro e um tomate grelhado; lanche – punhado de azeitonas; almoço – uma omelete de três ovos com cebola, pimentão, cogumelos ou salada grande com frango; lanche – palitos de aipo mergulhados em um minipote de cream cheese; jantar – filé de salmão grelhado com brócolis no vapor e feijão verde; sobremesa – iogurte com mel e um pouco de sementes torradas

Terça-feira:  café da manhã – dois ovos pochê sobre uma fatia de pão integral; lanche – pequeno punhado de nozes e sementes; almoço – sopa com lentilha/feijão e aveia; lanche – palitos de aipo e cenoura com minipote de hummus; jantar – picado de carne magra com cebola, pimentão, abobrinha e tomate, coberto com uma camada de purê de batata-doce e um pedaço de queijo de sabor forte; sobremesa – pequeno pote de iogurte natural com mel e bagas

Quarta-feira:  café da manhã – bowl de muesli (combinação de cereais) sem adição de açúcar com iogurte natural e damascos secos picados; almoço – salada grande misturada com ovos cozidos, conservas de atum e molho de mel, além de pera e um pequeno pedaço de queijo azul; lanche – fatia de bolo de mel; jantar – carne de porco com feijão e molho de tomate, servido com couve refogada; sobremesa – pequeno pote de salada de frutas

Quinta-feira:  café da manhã – duas salsichas (carne ou vegetarianas) com um grande tomate grelhado; almoço – sanduíche aberto em uma fatia de pão integral com uma fatia de presunto, queijo e salada; lanche – salmão defumado com um pouco de creme de queijo; jantar – perna de frango sem pele assada em um fio de azeite com cebola picada, pimenta, pedaços de abóbora, alho e abobrinha cortada; sobremesa – pequeno pote de iogurte natural com mel e bagas

Sexta-feira: café da manhã – bowl de granola com leite e iogurte natural; lanche – cookie de maçã e nozes; almoço – ovos com legumes frios e salada; lanche – pequeno pote de queijo cottage com palitos de pepino; jantar – tiras de bife com legumes mistos servidas com uma porção pequena de macarrão de trigo integral; sobremesa – bagas com coco ralado cobertas com crème fraîche (mais líquido que o sour cream ou creme azedo)

Sábado:  café da manhã – dois ovos mexidos com pedaços de salmão defumado sobre uma fatia de pão integral; lanche – punhado de nozes; almoço – sopa de frango com croutons integrais, punhado de uvas e pedaço de queijo; lanche – muffin de mel de banana; jantar – curry (frango ou tofu) com maçãs, damascos, passas, tomate e leite de coco, servido com uma pequena porção de arroz integral; sobremesa – pêssegos grelhados regados com mel

Domingo:  café da manhã – dois bolinhos de arroz com uma fatia de queijo brie e presunto; lanche – palitos de cenoura mergulhados em hummus; almoço – omelete de cogumelos; lanche – azeitonas com queijo feta; jantar – almôndegas com molho de tomate com uma pequena porção de massa de trigo integral e uma salada com mel; sobremesa: ruibarbo e banana crocante.

Regras de ouro da dieta do mel
1. Substitua açúcar por mel 

Cada 1g de açúcar que consome é convertido em 2g de gordura corporal. Corte o açúcar e adoçantes artificiais e o substitua por mel no preparo dos alimentos (o mel é aproximadamente duas vezes mais doce que o açúcar, portanto use metade da quantidade de açúcar). Comece e termine o dia com uma ou duas colheres (chá) de mel em um copo de água quente. Não exagere na quantidade de mel.

2. Corte alimentos com calorias vazias 
Risque da lista alimentos calóricos sem benefícios para o corpo, como processados, refrigerantes, fritura e fast food.

3. Escolha carboidratos não-refinados 
Carboidratos refinados, como farinha branca, contêm poucos nutrientes e são rapidamente absorvidos pelo corpo, causando picos de açúcar no sangue. Prefira pães e massas integrais. Essa mudança de farinha branca para marrom é um grande passo para equilibrar os níveis de insulina.

4. Um dia por semana sem carboidrato 
Eleja um dia da semana para ficar longe de carboidratos (pães, massas, farinha, batata, arroz, cereais). Assim, reduz os níveis de insulina, o que significa que se torna menos propenso a armazenar gordura.

5. Elimine batata 
Um caminho rápido para a perda de peso é uma proibição total de batatas, que elevam as taxas de insulina.

6. Aposte em proteína em cada refeição 
Garantir que você tenha pelo menos um pouco de proteína em cada refeição irá mantê-lo satisfeito durante mais tempo e impedir perigosos picos de açúcar no sangue. Opte por proteína magra para manter a ingestão baixa de calorias, como peixe, frango (sem pele), carne de porco (com gordura aparada), de peixe (não à milanesa), carne (bife fino sem gordura).  Não se esqueça de fontes vegetais de proteína: manteiga de amendoim, lentilha, feijão e leguminosas.

7. Coma salada 
Os vegetais são ricos em fibras, bem como vitaminas, por isso é indicado consumir de seis a nove porções por dia.

8. Dois pedaços de fruta por dia 
Frutas são recheadas de antioxidantes, mas podem conter elevados nível de açúcar. Prefira bagas: morango, mirtilo, amora…

9. Prefira laticínios integrais 
Produtos lácteos sem gordura significam adição de agentes gelificantes, agentes de volume, adoçantes ou açúcares para tornar o resultado palatável. Estudos têm demonstrado que o iogurte integral é muito mais gratificante do que com teor reduzido de gordura, mantendo a pessoa satisfeita por mais tempo. Os produtos lácteos são uma fonte muito importante de cálcio, mas somam calorias. Portanto, moderação.

Ingredientes
  • .
Imprimir ou Salvar
Esta Receita
Envie pelo
Whatsapp
Comente nesta receita

Busca

Novidades

Área de Assinantes

Meu Livro de Receitas
Faça o seu login abaixo para listar suas receitas

Esqueci minha senha
Quero me registrar

Categorias

Curta no Facebook

-->